Associação Portuguesa do
Veículo Eléctrico
 

INFORMAÇÃO PARA A IMPRENSA - Novembro 2004


Programa arranca a 19 de Novembro

Segway e Scooter eléctricas circulam em Oeiras

A Polícia Municipal de Oeiras vai testar, durante um mês, o uso do transporte individual Segway (Human Transporter) e Scooters em diversas acções de vigilância no Parque dos Poetas e Jardins do Palácio do Marquês de Pombal e transporte de expediente entre serviços. Este programa resulta de uma iniciativa conjunta entre a Autarquia e a Associação Portuguesa do Veículo Eléctrico (APVE).

A apresentação pública dos veículos e do projecto realiza-se dia 19 de Novembro, pelas 11:00 nos Jardins do Palácio do Marquês de Pombal em Oeiras (em frente aos Paços do Concelho) e contará com a presença da Sra. Presidente da Câmara Municipal de Oeiras, representantes da APVE e dos CTT – que durante um mês também utilizarão dois Segway na distribuição do correio no Centro Histórico de Oeiras. Esta sessão permitirá ainda apresentar os objectivos da iniciativa e enquadrar a utilização destes veículos numa perspectiva da mobilidade urbana sustentável.

A utilização destes veículos tem como objectivo a sensibilização dos agentes para a utilização de veículos menos poluentes, a monitorização do desempenho energético e operacional, o impacto social, com especial relevo para a interacção e segurança com os peões, destes veículos quando inseridos em serviços específicos de fiscalização.

No final, a Agência Municipal de Energia e Ambiente (OEINERGE) e a Associação Portuguesa de Veículos Eléctricos elaborarão, conjuntamente, um relatório com a análise e tratamentos dos resultados obtidos, com o objectivo de se avaliar as possibilidades de utilização regular deste tipo de veículos e elaborar uma comparação energética e ambiental e do desempenho com os seus congéneres convencionais.

 


A APVE – Associação Portuguesa de Veículos Eléctricos – é uma associação sem fins lucrativos que visa a promoção do veículo eléctrico rodoviário (baterias, híbrido ou com pilhas de combustível) e da sua utilização integrada numa política de transportes e mobilidade sustentável. (www.apve.pt )

Novembro de 2004